- 24 de setembro de 2018

Endereços para VIPPES

0

Os mais de 43 milhões de VIPPES podem ser divididos em grupos etários diversos para avaliação de perfil e necessidades. A dúvida é saber se estamos preparados para as novas exigências do problema etário.

A Internet é a grande invenção da tecnologia no mundo eletrônico. Essa alavanca fantástica de comunicação, entretanto, parece que não é utilizada para que a sociedade torne o mundo um lugar melhor para todos ou pelo menos para a grande maioria da população.

Para aqueles que discordem dessa afirmação, perguntas podem ser atiradas ao ar:

  1. Quantas pessoas a menos deixaram de se suicidar?
  2. Quantas pessoas a menos deixaram de se viciar em drogas e bebidas?
  3. Quantos pedófilos a menos se constatou?
  4. Quantos casos a menos de doenças ocorreram no planeta?
  5. Quantos homicídios a menos?
  6. Quantas agressões domésticas deixaram de acontecer?
  7. Qual foi o grau de elevação do nível cultural no mundo?
  8. Qual é a nova escala de valores no mundo atual?
  9. Qual a incidência e acréscimo na divulgação da pornografia?
  10. O que melhorou no relacionamento entre as pessoas?

É perfeitamente possível ter respostas para essas questões. Em alguns casos elas já são conhecidas, mas a divulgação não é feita porque não convém a todos os que se aproveitam do lado negro da evolução. As piores distribuidoras da falsa cultura, da perda de tempo monumental, da ausência de seriedade e, sobretudo de benefícios sociais são exatamente estrelas da Internet.

Grandes negócios sem qualidade “vendidos” como notáveis maravilhas da comunicação. E são acompanhados pelos seus acessórios e outros programas espetaculares tecnicamente falando. O aproveitamento humano é similar ao dos “realities shows” na televisão onde a degradação de homens e mulheres se torna espetáculo pior que os horrores das touradas, porque nestas o animal é que era sacrificado.enderecos_para_vippesBasta entrar em portais de notícias e constatar o alarde em torno dos recordes de audiência para as notícias e fatos do dia: acidentes chocantes, idiotices sem fim, bizarrices doentias e tudo aquilo que escapa da normalidade, do bom gosto, da ética, da moral, da estética e enfim, do engrandecimento do ser humano.

Da mesma maneira que nos “reality”, grandes empresas e grupos privados e públicos divulgam seus produtos e serviços que dão o fôlego financeiro para a continuidade da imbecilidade, cretinice e mau gosto, muitas vezes com apoio de veículos de comunicação que se acham íntegros e baluartes da comunicação de qualidade.

E o que os VIPPES têm a ver com isso?

Tudo!

Os VIPPES vão se tornando o maior mercado consumidor do mundo. E o Brasil é o País de grande porte onde ele cresce mais rapidamente. E o que os VIPPES brasileiros gostariam de obter da Internet e da Informática?

É necessário fazer uma avaliação primorosa e correta. É preciso realizar um trabalho de alta qualificação técnica e total isenção de interesses mercenários. A garotada e a juventude estão sendo idiotizadas pela Internet e pela informática.

É evidente que a tecnologia recente é uma conquista extraordinária do homem. Não pode haver dúvida ou crítica negativa para o potencial de benefícios que ela carrega estruturalmente.

Facilidade, ganho de tempo, conforto, baixo custo, ampliação de horizontes e vantagens impressionantes sobre todos os outros meios de comunicação.

Então quem são os responsáveis pelo mau uso dessas ferramentas que não estavam disponíveis para os mais importantes e inteligentes homens e mulheres que participaram de gestação que durou milênios para chegar aqui no século XXI?

Os velhos VIPPES não tiveram a felicidade de ter e poder operar com a Internet. Os novos VIPPES, porém, já estão inoculados com o “vírus” da WEB e suas possibilidades fantásticas.

Para esses VIPPES da nova geração, que nasceram junto com a Internet, esta deverá ser o principal meio de aproveitamento da longevidade. E esses novos VIPPES é que formarão um volume portentoso nos próximos trinta a quarenta anos.

É um bom momento hoje para saber quais os endereços digitais de interesse real desses

VIPPES que conheceram os benefícios da Internet e saberão como se beneficiar dela.

Quanto à garotada e juventude é uma pena que não tenham a referência do antes da existência das armadilhas da Internet. Talvez ainda venham a ter como exemplo a programação para os novos VIPPES, quem sabe?

F. Aristóteles Filho

Compartilhe.

Leave A Reply