- 22 de outubro de 2017

Cidades dominadas por VIPPES

0

Conheçam as cidades brasileiras que possuem o maior número de VIPPES. As dez primeiras estão no Rio Grande do Sul, ou seja, este é o Estado com mais cidades onde se predominam os VIPPES.

Com apenas 1,5 mil habitantes, Coqueiro Baixo, no Rio Grande do Sul, que tem a fama de “exportar” churrasqueiros para outras regiões do Estado e País. O fenômeno conferiu ao pequeno município rural da Serra Gaúcha um outro título: a cidade com a população mais velha do Brasil.

Por lá, três em cada dez moradores têm mais de 60 anos de idade. O índice é quase três vezes maior do que a média nacional. No Brasil, no dia 23 de março de 2015 foi registrado o impressionante número de 45 milhões de VIPPES, ligeiramente menor que toda a população da Espanha e maior que a da Argentina.

Em termos políticos, isso significa que são eles os principais responsáveis pela eleição do prefeito. O foco nos VIPPES se nota facilmente em uma rápida olhada no site da prefeitura da cidade. A maior parte dos programas de assistência social é voltada para o público desta faixa etária. As atividades vão desde bailes e jogos de bocha, até aulas de hidroginástica e de inclusão digital. Porém, não é mais novidade falar do enorme e crescente mercado de produtos e serviços para VIPPES. Está passando da hora de rejeitar a própria ideia de velhice, ao se considerar que a idade não é um marcador pertinente da definição das experiências.

Lembrando… a maior parte destas cidades está localizada no Rio Grande do Sul, é de pequeno porte populacional e tem predominância rural. Em todas, os VIPPES superam 20% da população local. Além do percentual de idosos, as tabelas trazem dados sobre população total e o Índice de Desenvolvimento Humano dos municípios.
Os dados são do Censo 2010, feito pelo IBGE, e do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil, elaborado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

1º – Coqueiro Baixo (RS)
Proporção de idosos 29,38%
Quantidade de idosos 449
População total 1.528
Índice de Desenvolvimento Humano (2010) 0,692 – médio

2º Santa Tereza (RS)
Proporção de idosos 27,09%
Quantidade de idosos 466
População total 1.720
Índice de Desenvolvimento Humano (2010) 0,746 – alto

3º Relvado (RS)
Proporção de idosos 26,03%
Quantidade de idosos 561
População total 2.155
Índice de Desenvolvimento Humano (2010) 0,731 – alto

4º Colinas (RS)
Proporção de idosos 25,37
Quantidade de idosos 614
População total 2.420
Índice de Desenvolvimento Humano (2010) 0,765 – alto

5º Coronel Pilar (RS)
Proporção de idosos 25,1
Quantidade de idosos 433
População total 1.725
Índice de Desenvolvimento Humano (2010) 0,727 – alto

7º Vespasiano Corrêa (RS)
Proporção de idosos 24,42
Quantidade de idosos 482
População total 1.974
Índice de Desenvolvimento Humano (2010) 0,723 – alto

8º União da Serra (RS)
Proporção de idosos 24,34
Quantidade de idosos 362
População total 1.487
Índice de Desenvolvimento Humano (2010) 0,733 – alto

9º Imigrante (RS)
Proporção de idosos 24,18
Quantidade de idosos 731
População total 3.023
Índice de Desenvolvimento Humano (2010) 0,743 – alto

10º Travesseiro (RS)
Proporção de idosos 24,07
Quantidade de idosos 557
População total 2.314
Índice de Desenvolvimento Humano (2010) 0,701 – alto

Compartilhe.

Comments are closed.